FIQUE POR DENTRO

Saiu na mídia – 5 a 11/5

Corrupção persiste na Petrobras após Lava Jato; Odebrecht busca delação na Argentina; acordo de leniência da UTC pode chegar a R$ 1 bi; ‘Controladoria’ gerenciava propina da OAS. Leia os destaques da semana

11/05/2017 – 08:03
Atualizado em 11/05/2017 – 08:08
lupa-biblia-visao-distorcida-do-evangelho-de-jesus-cristo

Após três anos de Lava Jato, corrupção continua a assolar setores da Petrobras – Valor – 5/5
Foram idenficados indícios de que prática continua, embora em menor proporção.

Petrobras diz que diretor na Bolívia está em prisão domiciliar – Reuters – 8/5
Prisão domiciliar se deve a disputa envolvendo fornecedor local.

Refinaria polêmica da Petrobras nos EUA é alvo de ação de ambientalistas – Folha de S.Paulo – 6/5
Unidade de Pasadena, citada na Lava Jato, sofreu vários acidentes recentemente.

Odebrechet oferece acordo de colaboração na Argentina em desdobramento da Lava Jato – Reuters – 9/5
Proposta da empresa é similar da feita no Brasil. Objetivo é diminuir penas por corrupção.

Em depoimento a Moro, ex-diretor cita departamento de propina da OAS – Valor – 5/5
Setor especializado em corrupção se chamava “Controladoria” e pagamentos eram feitos por ordem de ex-presidente Leo Pinheiro.

Leniência da UTC deve ficar em R$ 1 bilhão – Valor – 5/5
Empresa pode ser a primeira da Lava Jato a fechar acordo com o governo federal.

Importadores de carne do Brasil reforçam controles após escândalo – Reuters – 10/5
Desde eclosão da Carne Fraca, importadores estão inspecionando 100% das mercadorias, mas nenhuma irregularidade foi encontrada, diz ministério.

PF investiga fraude bilionária em compra de medicamentos para doença rara não aprovado pela Anvisa – Reuters – 8/5
Escritório brasileiro da norte-americana Alexion teve sigilos bancários e fiscais quebrados.

BB Seguridade prevê melhora de performance nas linhas de seguros de vida e prestamista – Reuters – 8/5
Resultado financeiro este ano deve cair, diz presidente.

Real e “Carne Fraca” fazem lucro da Minerva desabar – Valor – 9/5
Lucro da processadora de carne bovina caiu 95% no primeiro trimestre.

Risco hidrológico pode custar R$ 39 bi às hidrelétrica – Valor – 8/5
Estimativa de déficit de geração hídrica é da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica.

Anac fixa regra para uso de drones e exige habilitação para operação dos maiores – G1
Veja os detalhes da nova regulamentação.

Por que a AXA quer cotizar em bolsa suas atividades americanas? – Les Echos – 11/7
Grupo francês planeja IPO em 2018 de operações de vida e pensões, além de parcela na Alliance Bernstein, uma gestora de ativos.

Hiscox se prepara para vida pós-Brexit com ‘hub’ em Luxemburgo – The Daily Telegraph – 9/5
Decisão não afeta equipes de Londres, afirma empresa; principado segue ganhando espaço entre centros financeiros da UE.