FIQUE POR DENTRO

Saiu na mídia – 21 a 27/4

Ex-Hypermarcas demite presidente após operação da PF; TCU bloqueia R$ 508 mi da Andrade Gutierrez; Mapfre terá mais liberdade em grandes riscos após novo acordo com o BB. Leia os destaques da semana

27/04/2018 – 05:52
lupa-biblia-visao-distorcida-do-evangelho-de-jesus-cristo

Hy­pe­ra ava­lia fa­zer acor­do de le­ni­ên­cia e tro­car di­re­to­res – Estadão – 26/4
Antiga Hypermarcas foi citada por delator da Lava Jato.

Hypera anuncia saída do presidente após operação da PF – Folha de S.Paulo – 27/4
Empresa tem dificuldade para vender ao governo devido à atual situação.

TCU bloqueia R$ 508 milhões da construtora Andrade Gutierrez por indícios de superfaturamento em Angra 3 – G1 – 25/4
Decisão se refere a suspeitas de irregularidades em Angra 3 e é vista como reação a decisão anterior de Gilmar Mendes, do STF.

JBS pa­ga­rá mul­ta em Rondô­nia – Valor – 26/4
Valor, derivado de delações à Lava Jato, chega a R$ 270 mi em 10 anos.

Anatel rejeita acordo bilionário com Telefônica – Estadão – 26/4
Empresa havia negociado substituir multas por investimentos.

Bilionário francês é preso por corrupção e tráfico de influência – Estadão – 26/4
Vincent Bolloré teria financiado a políticos com caixa 2 na África.

Map­fre ga­nha li­ber­da­de em no­vo acor­do com BB – Valor – 25/4
Novo contrato deixa automóveis e grandes riscos exclusivamente com seguradora espanhola.

SulA­mé­ri­ca co­lo­ca par­te de sua ope­ra­ção à ven­da – Estadão – 26/4
Áreas de seguros de vida, previdência privada e capitalização estão no mercado, diz coluna.

Re­gras de se­gu­ran­ça ci­ber­né­ti­ca es­ta­be­le­cem cri­té­ri­os mí­ni­mos – Valor – 27/4
Resolução do BC visa aumentar resiliência do sistema financeiro.

Petrobras aumenta de 9 para 11 número de vagas no Conselho de Administração – O Globo – 27/4
Cinco deles são tidos como independentes; União faz 8 das indicações.

STJ au­to­ri­za dis­tri­bui­do­ras a cor­tar for­ne­ci­men­to de quem fur­ta ener­gia – Valor – 26/4
Empresas sofrem prejuízos bilionários com consumo irregular, e perdas são por vezes repassadas a clientes adimplente.

Desembargador res­ta­be­le­ce PPP bi­li­o­ná­ria da ilu­mi­na­ção em SP – Estadão – 24/4
Contrato havia sido cancelado por suspeitas de fraude.